Atendimento ao cliente:
(19) 3318-3510 / 3825-1991
Bem-vindo
Faça seu login ou cadastre-se
 
 
Busca
 
Notícias
Notícias
Degradação do solo e as conseqüências da erosão acelerada pelo homem
31/03/2008

Por Paula Scheidt, do CarbonoBrasil

A desertificação é considerada um dos problemas mais graves decorrentes da degradação do solo, pois pode levar milhares de pessoas a terem que deixar suas terras.

Mais de 1 bilhão de pessoas vive em regiões áridas, semi-áridas e subúmidas secas, responsáveis por 22% da produção de alimentos do mundo. Em áreas como na região subsaariana e na Ásia Central, as taxas de mortalidade infantil são de 10% a 20% maiores que nos países industrializados e também há sérias preocupações sobre os movimentos maciços de pessoas, segundo o professor Zafar Adeel, diretor da Rede Internacional sobre Água, Meio Ambiente e Saúde - um organismo subordinado à Universidade das Nações Unidas com sede no Canadá.

Cerca de 15,7 % do território brasileiro (mais de 1,3 milhão de quilômetros quadrados) pode se tornar desértico, uma área habitada por 32 milhões de pessoas, segundo o Ministério do Meio Ambiente.

A erosão pode ser um processo natural e importante para a formação dos relevos, quando é resultado do transporte do solo pela água, vento ou gelo. O problema ocorre quando há intervenção humana, com a destruição de florestas, uso agrícola intensivo, a expansão desordenada das cidades ou as poluições orgânicas e industrial, que levam a uma erosão mais severa.

Segundo a Confagri, uma cooperação agrícola portuguesa, nos últimos 40 anos, cerca de um terço dos solos agrícolas mundiais deixaram de ser produtivos, do ponto de vista agrícola, devido à erosão.

A erosão destrói as estruturas que compõem o solo, como areias, argilas, óxidos e húmus. O solo é considerado desértico quando perde a capacidade de realizar suas funções e não é mais capaz de sustentar vegetações. A fertilidade do solo depende de vários fatores físicos e químicos.

Práticas agrícolas mais desenvolvidas e que tenham relação mais simbiótica com o clima são essenciais para combater a deterioração do solo, assim como a recomposição da malha hídrica com a devida proteção de nascentes. Práticas de conservação podem minimizar o problema, como a preservação de matas e florestas.


Saiba mais

* "Mais de 30% das emissões de gases que causam efeito estufa procedem da degradação do solo, como a erosão", segundo o subdiretor do Serviço de Conservação do Solo da Islândia, Andres Arnalds. (Fonte: Terra)

* Muito da superfície terrestre é relativamente novo, tendo menos de 100 milhões de anos; as partes mais velhas da crosta terrestre têm até 4,4 mil milhoes de anos.(Fonte: Wikipédia)

* A área total da Terra é de aproximadamente 510 milhões de km², dos quais 149 milhões são de terras firmes e 361 milhões são de água. (Fonte: Wikipédia)

* As linhas costeiras (litorais) da Terra somam cerca de 356 milhões de km. (Fonte: Wikipédia)

* Erosão

* Erosão é tão grave quanto mudanças climáticas


Fonte: Envolverde/Carbono Brasil

Atenção: As informações contidas nesta notícia são de responsabilidade dos autores e não expressam a opinião da Ag Solve.
Para informações sobre o conteúdo reproduzido nesta página, entre em contato diretamente com a fonte citada.
Conheça esses produtos da AgSolve
  MiniRAE 3000  
 
MiniRAE 3000
O mais avançado Monitor Portátil de Compostos Orgânicos Voláteis (VOC) do mercado.
 
  Amostrador Discrete Interval Sampler 425  
 
Amostrador Discrete Interval Sampler 425
Amostrador para águas subterrâneas em poços. Alta qualidade na amostragem pois não mistura a água dos diferentes níveis.
 
  Levelogger 3001 - LTC Junior  
 
Levelogger 3001 - LTC Junior
Nova versão da linha Levelogger para medição de variação do nível d'água, temperatura e condutividade elétrica.
 
 
 
Mapa do site
 
• Empresa
• Produtos
• Serviços
• Aplicações
• Informações
• Notícias
• Contato
 
Atendimento ao cliente
 
Fone: (19) 3318-3510 / 3825-1991
Horário de atendimento: das 7h30 às 17h15
Rua Oswaldo Cruz, 764 - Indaiatuba - SP
CEP 13334-010
   
Nossos e-mails
 
informações: agsolve@agsolve.com.br
financeiro: atendimento@agsolve.com.br
marketing e vendas: vendas@agsolve.com.br
suporte técnico: sac@agsolve.com.br
 
 
  Na AgSolve você pode pagar com:  
© 2015 - Ag Solve Monitoramento Ambiental - CG Propaganda